Os 6 motivos mais comuns de brigas antes do casamento

Como evitar e sair dos conflitos mais comuns antes do casamento

Todo o mundo te dá conselhos de como organizar seu casamento, como escolher seu vestido e os destinos imperdíveis de lua de mel… mas poucas pessoas se atrevem a falar dos motivos e das brigas dos casais antes do casamento.

Os meses de planejamento e produção do casamento são estressantes até para o casal mais zen de todos e quanto se aproxima ao evento, mais os animos estão à flor da pele. Listamos os 6 motivos de brigas típicas antes do casamento e te damos conselhos de como evitá-las para que nada tire o sorriso do rosto dos noivos nesse dia tão especial.

Apesar de irresistíveis, há noivos que preferem não ter crianças na festa. Foto: Carolina Pires

1. Não chegar a um acordo. O principal e primeiro ponto que gera desacordo, é a escolha do tipo de casamento. A noiva normalmente quer algo maior que o noivo, e esse sempre quer seguir o caminho mais simples e discreto. O importante nesse caso é que a noiva tenha conciência de que não deve impor suas vontades todas, pois o noivo não se sentirá parte do casamento. O escute muito e converse sempre sobre todos os detalhes.

2. Os pais e o dinheiro. Muitas vezes os nossos pais querem nos querem ajudar com os gastos da casamento. Isso pode ser ótimo, afinal vocês terão custos de sobra, mas, há que deixar claro que o fato de eles participarem financeiramente do casamento, não significa que eles possam tomar decisões sobre ele. Além disso, deixe claro desde o início quem pagará o que para evitar conflitos na hora que chegarem as faturas.

A escolha dos padrinhos leva em conta outras coisas, além do grau de parestesco. Foto: Carolina Pires

3. Não querer crianças no casamento. Você é louca por crianças e ele quer uma festa só para adultos. A solução intermediária nesse caso é contratar uma babá para cuidar das crianças no casamento, ou no hotel onde estão hospedados seus convidados!

4. A escolha dos padrinhos e madrinhas. Seguramente você decepcionará muitos de seus familiares que, por ser parte da família, já se consideram padrinhos antes mesmo do convite. O problema de sempre é que os casais também convidam amigos que talvez tenham até mais convivência com o casal do que os próprios familiares. Nesse caso, não há muito o que ser feito, talvez tentar fazê-los participar do casamento lendo um texto, ajudando a escolher as músicas ou até fazendo uma homenagem especial em vídeo.

A lista de convidados é o maior motivo de briga, entre o casal e até entre com os pais dos noivos. Foto: Carolina Pires

5. Os sogros não se bicam muito. Se seus pais não são lá os melhores amigos dos pais do seu noivo, conversem com ambos separadamente antes do casamento e peça compreensão e respeito, afinal, é um dia muito importante para seus filhos e eles não fariam nada para estragá-lo. Além disso, uma boa saída, é convidar alguns amigos deles, para terem companhia e distração durante a festa.

Respire fundo, resolva tudo com calma e tenha um final feliz! Foto: Carolina Pires

6. Amigos e conhecidos assumem que estão convidados. Esse é um dos problemas mais comuns. Mesmo sem a intenção de deixar ninguém chateado, quando o seu orçamento está apertado, certamente muita gente ficará de fora da lista de convidados. Nesse caso, para não criar um clima chato, vocês podem fazer uma festa em um restaurante por exemplo para todos os amigos anunciando o casamento, e dizendo que será uma celebração familiar, estilo mini wedding. Assim, todos já estarão preparados para não receber o convite.

Siga essas dicas e chegue ao altar com um sorrisão e sem nenhuma mágoa.