28 curiosidades sobre casamento em diferentes culturas

Casamentos em outras culturas. Foto: Carla Teneick

Cada cultura tem suas peculiaridades em relação a casamento. Algumas, inclusive seguem a risca algumas tradições, pois há uma forte crença de que se houver algo novo, certamente o casal não terá um casamento bem sucedido. E para você conhecer um pouco de como é o olhar do casamento nas diferentes culturas trazemos aqui algumas curiosidades que podem te inspirar na organização do casamento.

1 – De acordo com a tradição hindu, a chuva no dia do casamento é considerado um sinal de sorte.

2- Na Índia, o irmão do noivo atira flores sobre o casal no fim da cerimônia para protegê-los do mal.

As taças e as alianças que simbolizam a união. Foto: Patricia Figueira

3- Os Franceses, muitas vezes, fazem brindes aos noivos num copo especial com duas alças.

4 – Na Alemanha, a noiva transporta sal e pão no seu bolso para assegurar recompensa, o noivo transporta grãos de cereais, para dar saúde e sorte.

5 – As ferraduras são consideradas objetos de boa sorte em um casamento devido à sua forma em lua, que se diz símbolo da fertilidade.

6 - No Japão, o branco foi utilizado para as noivas, muito antes da Rainha Vitória o ter popularizado no mundo ocidental.

Cada cultura tem uma vestimenta diferente para o casamento. Foto: Christophe

7 – Para as noivas, coloquem um pouco de açúcar dentro das luvas, ele adoçará a vossa união.

8 – Os ingleses acreditam que se a noiva encontrar uma aranha no vestido de noiva, esta trará sorte à união.

9 – Há uma crença que diz que o noivo deve levar a noiva no colo até a nova casa para protegê-la dos espíritos maus que estão à espreita no chão da porta.

O olhar do casamento em diferentes culturas. Foto: Christophe

10 – Os ingleses evitam casar-se no sábado. De acordo com o folclore inglês esse é o dia de mais azar para um casamento,  o que acaba por ter uma certa graça, pois, normalmente, é o dia preferido dos noivos para realizar um casamento. Para eles, o melhor dia é a quarta-feira.

11 – No Egito, as mulheres beliscam a noiva no dia do casamento. Isso é um sinal de sorte.

12. As alianças são usadas no quarto dedo, porque no Egito acreditava-se que nesse dedo passa a veia que está ligada diretamente ao coração.

13 – No Egito, a família da noiva cozinha para os noivos na primeira semana de casados. O objetivo é deixar que eles possam aproveitar ao máximo o começo da vida a dois.

14 – A tradição das damas de honra vem do tempo dos romanos. A damas de honra são consideradas pelos romanos uma proteção a noiva por se vestirem de forma semelhante. Essa é uma forma de enganar os maus espiritos, para que não a reconheçam.

O bolo: a alma do casamento. Foto: Rafael Porto

15 – A tradição do bolo de casamento remonta à antiga Roma, onde na cerimônia de casamento se partia um pedaço de pão sobre a cabeça da noiva para o bem da fertilidade.

16 – O mês de junho é popular para casamentos, pois havia um Deus Romano que se chamava junho e era o Deus do casamento, nascimento e do coração.

17 – Uma noiva sueca costuma colocar uma moeda de prata, oferecida pelo seu pai, e uma moeda de ouro, oferecida pela sua mãe, em cada sapato, assegurando que ela nunca passará sem eles.

Os noivos protegidos embaixo do véu. Foto: Nuno Palha

18 – Na linguagem das jóias uma safira num anel de noivado significa felicidade conjugal.

19- Se você está pensando em pedir um anel com pérolas, esqueça. Ainda na linguagem das jóias, a pérola é sinônimo de má sorte, porque a sua forma lembra uma lágrima.

As crianças levando as alianças. Foto: Julia Kans

20 – Um anel com uma pedra aquamarine é sinônimo de honestidade e lealdade, ou seja um casamento longo e feliz.

21 – Na Dinamarca, as noivas e os noivos tradicionalmente trocam as roupas um com o outro, para confundir os maus espíritos.

22 – A despedida de solteiro vem dos soldados Espartanos. Eles se despediam dos seus dias de solteiros com uma grande festa.

23 – Em Portugal, o vestido de noiva antes do século vinte era preto.

24 – O véu da noiva é uma tradição de gregos e romanos. Eles acreditavam que o véu protegia as mulheres dos maus espíritos.

25 – O bolo de casamento empilhado, partiu de um jogo onde a noiva e o noivo tentaram beijar-se por cima de um bolo que se tornava cada vez maior.

26 – A expressão dar um nó em casamentos, vem dos egípicios e dos hindus, quando a mão dos noivos eram atadas como sinal da união.

Superstição de noiva. Foto: Patricia Figueira

27 –  A noiva ficar do lado esquerdo do homem no altar é uma tradição anglo-saxonica. Acreditava-se que ele precisava da mão direita para lutar contra os seus concorrentes.

28 – Os primeiros padrinhos eram guerreiros, normalmente amigos do noivo e tinham o dever de defender a noiva de possíveis raptores.

Se você conhece alguma que não citamos aqui, deixe um comentário!